Domingo, 20 de Abril de 2008

Wish I

Anseio estar demasiado inerte para chorar
A minha imagem desvanece
Pedras para arrojar ao destino
Sou perfeito para quem magoa

Não te precisas inquietar, não existo
Vou esfumando-me
Quando prende não larga até ferir

Anseio estar demasiado inerte para me preocupar
se alguma vez me preocupei
Jamais levantei a voz em protesto
E como tal, desejos se sobrepunham
Ambicionava uma razão
Expostas as minhas feridas estão
Por tal, desisto de intentar

Sonho em sentir o lado inverso da vida
Um pano cobre o meu rosto
Fantasias são as minhas memórias
Diários repletos de escritas desprovidas

E tu não necessitas preocupar-te, não existo
Continuarei atenuando-me…
Quando prende não larga até ferir

Por: (in)diferente


. indiferente às 23:43
link do post | favorito
Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Como disse?

. Coisas Realmente Inúteis....

. Silêncio...

. Remembrances

. Coisas a fazer...

. Assim será...

. Se fosse o ultimo momento...

. Wish I

. mas tu não estás

. undiscovered

.arquivos

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Outubro 2009

. Março 2009

. Abril 2008

. Março 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds