Terça-feira, 18 de Março de 2008

a razão:

Vida desvanecia para o cinzento

Por todo o lado, por todo o meu coração, por toda a minha existência

 

Nenhum rasto apontava a saída

Ou me dizia

Como sair deste buraco sem final

De escuridão que abraçava a minha vida

 

A ausência de lágrimas significava o único momento de felicidade que havia experimentado

Não acreditava em mim

Tu conseguiste ver todo o melhor que tinha para dar

Mesmo para mim

Eu já não esperava nada, de ninguém, pelo fim…

Pelo fim…

 

Antes da dor mostrar a razão

Podes fugir pelas filas de luzes que cegam e estrelas brilhantes

Como cavalos de prata que navegam nos oceanos de afecto

Pelas cascatas de arco-íris

Tu és a razão pela qual as peças da minha vida caíram no lugar certo

És a razão pela qual o sol brilha mesmo na máxima das trevas

És a razão pela qual eu me apaixono todos os dias e…

O sol raia

Mesmo quando ainda é noite…

E ainda é noite!

 

Por: (in)diferente

 


. indiferente às 22:40
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Já não me lembro do nome que usava aqui a 21 de Março de 2008 às 09:42
Mas este tá bom. É que está mesmo muito bom.


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Como disse?

. Coisas Realmente Inúteis....

. Silêncio...

. Remembrances

. Coisas a fazer...

. Assim será...

. Se fosse o ultimo momento...

. Wish I

. mas tu não estás

. undiscovered

.arquivos

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Outubro 2009

. Março 2009

. Abril 2008

. Março 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

.links

.contador

SAPO Blogs

.subscrever feeds