Quinta-feira, 23 de Agosto de 2007

eleazar

enquanto as cidades despidas passam pela minha janela

consigo vislumbrar a doce lua através do nevoeiro

então uma voz dentro de mim quebra o monólogo

e diz…

 

(…silêncio...)

 

sobrevivi às vontades dos meus análogos

mas a surdez do meu mundo o silêncio quebrou

e diz…

 

“… não te preocupes

este mundo não é pra ti

então repousa a tua cabeça sobre mim

eu tenho o alento para te levar…”

 

 

Por: (iN)difeRente, dichter schreiben einsam…


. indiferente às 22:09
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Como disse?

. Coisas Realmente Inúteis....

. Silêncio...

. Remembrances

. Coisas a fazer...

. Assim será...

. Se fosse o ultimo momento...

. Wish I

. mas tu não estás

. undiscovered

.arquivos

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Outubro 2009

. Março 2009

. Abril 2008

. Março 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

.links

.contador

SAPO Blogs

.subscrever feeds