Quinta-feira, 28 de Dezembro de 2006

Teorias (part. I)

Desde o ultimo post até este dia tive algum tempo para colocar as ideias em dia, e por isso quero partilhar algumas das coisas que passaram pela minha (outrora) mente despreocupada (e já pra não dizer… sã!) então aqui ficam:

Agora que passou a época natalícia, as idas às grandes superfícies vão começar a diminuir de frequência (excepção feita às inevitáveis trocas de prendas, porque alguém depois de nos conhecer só à vinte e dois anos ainda não consegue acertar com o tamanho do que nos oferece…), quando inevitavelmente temos de estacionar o carro nas estruturas subterrâneas (o que vai contra todos os meus princípios) há algo que me intriga profundamente, o piso dessas mesmas estruturas é de que material?? O que pode parecer uma pergunta idiota passa a ter contornos enigmáticos e verão porquê! Cimento não é, e alcatrão muito menos… a minha preocupação é pelo simples facto, já repararam que podem ir a conduzir a 5km/h e o vosso carro parece que vai a 180km/h numa perseguição policial apenas pelo “chiado” que faz??? Iiiiihhhiihihiiihih! (este é o ruído atroz que as rodas do carro fazem em contacto com essa superfície!) iiiihhihiiihiiihih! TOU A FAZER MARCHA A TRÀS PORRA!

Por falar em estruturas subterrâneas para estacionar o carro, queria aproveitar para partilhar convosco outra teoria que tem passado desapercebida ao longo dos anos mas que agora vou colocar a “nú”!!! não vale a pena tentar continuar a esconder… no parqueamento da superfície comercial onde costumo ir, os lugares são identificados por frutos e números, fácil não acham? Pois bem, seria se os senhores do parqueamento não esperassem que as pessoas estacionassem os carros para trocar os frutos e os números, só isso pode explicar o facto de quando regressamos não ser fácil (re)encontrar o carro!!! Ou será que sou só eu ???

Por falar em carros… já notaram que quando estamos envolvidos num acidente, a outra pessoa envolvida sai do seu carro e olha-nos como se a culpa fosse nossa, mesmo que não seja!!!

- Porque paraste no semáforo vermelho e deixaste-me bater por trás quando vinha a 80km/h numa estrada de 50km/h???

Outro facto engraçado é o seguinte, porque será que depois do embate ambos os envolvidos ficam longos momentos em silencio apenas a olhar para o resultado do acidente, será que esperam que as amolgadelas se arranjem por artes mágicas apenas com o olhar?? Ainda há a troca de informação o que é mais um momento constrangedor…

- Tem alguma caneta que me possa emprestar? Não? E um baton ou uns lápis de cera ou qualquer coisa que escreva? Consegue lembrar-se de todas as minhas informações???

Depois de ultrapassado mais este percalço, nós escrevemos a nossa informação toda bonitinha, com sublinhado nas partes mais importantes, num envelope perfumado… no que toca ao outro indivíduo, as suas informações são entregues num guardanapo todo amarrotado, as letras mais parecem pinturas rupestres, o número de telefone tem 20 dígitos, e a assinatura parece uma pintura abstracta… é esta a sua assinatura sr. Picasso!

Quando olhamos à volta, o que era outrora uma paisagem virgem de pessoas, tornou-se numa “Parada Sic” sem que nos apercebêssemos, pessoas vindas de todo o lado, excursões de várias partes do país para ver o acidente, pessoas a saírem de trás dos arbustos (só falta mesmo a Floribella... ai que confusão):

- O que aconteceu? O quê? Acidente? Vou ficar a ver!!!

Mas porque será que o ser humano tem uma estranha obsessão por acidentes???

Ainda no outro dia estava com um amigo meu a ver TV, um canal de desporto que permanecerá “anónimo” (começa por euro e termina em sport), e estavam a transmitir “os mais bizarros acidentes de automobilismo”, numa curva do percurso dois carros chocam e um deles perde um pneu que sem grande dificuldade voa até aos espectadores que seguiam a corrida totalmente desprevenidos… e ao ver isto o meu amigo reage assim:

- OOOOooooooh! A roda daquele carro atingiu… atingiu aquela mulher na cara! Olha, olha vão mostrar de novo!!!

O que torna tudo mais estranho é o facto de todas as pessoas da zona tentaram escapar fugindo do local, e a reacção da senhora foi colocar as mãos na frente da cara, como se fosse levar uma chapadinha de um Firestone!!!! E mais, como se participa esta ocorrência a alguém???

-  Como morreu a Maria??

-  Com um pneu na cara!

-  O que fazia ela colocando a cara perto dos pneus???

- Não, não, não… este pneu perseguiu a Maria. Este pneu não estava para brincadeiras, como se costuma dizer, este pneu procurava vingança!!!

Ainda na onda das vinganças, vi (de novo) na TV a história de um homem que tinha sido mordido por um tubarão e que tinha sobrevivido, então para contar a história os repórteres decidiram leva-lo de novo à mesma praia (que é mesmo onde se quer voltar depois de se passar por uma situação destas!!!). A senhora que conduzia a entrevista perguntou: -O que aconteceu? Você estava a provocar os tubarões???

- Sim é algo que costumo fazer… quando não tenho nada pra fazer e tou aborrecido, venho para a praia provocar tubarões, pode-se dizer inclusive que é um hobbie meu, eles ficam chateados e tentam atacar-me só que eu sei uns movimentos muito bons para evitá-los, é algo que aprendi com os golfinhos!!! (olha que sinceramente!!! Isto é pergunta que se faça??)

O sr. ainda notavelmente abalado com o sucedido lá tentou responder o melhor que podia: - Não, eu estava simplesmente a nadar, e do nada saiu um tubarão que me mordeu na zona do tórax só que eu esbofeteei-o e ele largou-me…

Deixem-me ver se compreendi bem… um indivíduo tá a nadar descansado e do nada sai um tubarão de 6m que o decide morder e este dá-lhe um estalo e o tubarão larga-o?! Agora digam-me que há altura em que nadamos mais rápido que quando um tubarão que nos tinha na boca tipo hambúrguer nos larga!!!!

Nadar é outra… para mim é algo confuso, e que tem de ser observado com muita atenção… pois depende da roupa que temos vestida, se não vejamos:

Calças!!!  à Oohh-ooh!!!

Calções!!! à Na boa!

Todo nú!! à Veremos…

 

Por: (iN)difeRente, dichter shreiben einsam…

 


. indiferente às 23:10
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De Jonni a 3 de Janeiro de 2007 às 09:40
I know where you're coming from ;)

Muito bom :)

E já vi aquilo!


De Devil_Red a 4 de Janeiro de 2007 às 21:45
tou a ver que passaste por alguns momentos de aborrecimento... chato isso.
e esse comentario ao programa do "canal-de-desporto-anonimo" ta genial. eheh!!
espero que tenhas tido boas entradas para 2007.

beijinhos gigantescos**


De Diana a 5 de Janeiro de 2007 às 19:30
vou confessar... sou eu q vou la mudar os frutos sempre q tu estacionas la em baixo no centro comercial! ahaha é pa te confundir! xD lol ah e gostei dessa do tubarao... como super heroina, axu q vou treinar os meus truques na praia, a fugir, ou a esbofetar tubaroes! xD looooool lindo!!! fico a espera das "Teorias (parte II)"! =P beijo


De barbiedoll a 8 de Janeiro de 2007 às 23:18
Eu gostei especialmente da parte em que falas do material do piso subterrâneo dos centros comerciais. Acho que é uma tentativa de estimular o street racer que há em todos nós... O que pode ser melhor do que ter a adrenalina e nem sequer infringir os limites de velocidade? Melhor melhor, só se conseguires esbofetear tubarões ao mesmo tempos que fazes o chão chiar...

ps: pequenina correcção - a afluência aos centros comercias voltou a aumentar e em flecha, tudo graças a um fenómeno social e económico chamado: época de saldos.

=)


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


.posts recentes

. Como disse?

. Coisas Realmente Inúteis....

. Silêncio...

. Remembrances

. Coisas a fazer...

. Assim será...

. Se fosse o ultimo momento...

. Wish I

. mas tu não estás

. undiscovered

.arquivos

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Outubro 2009

. Março 2009

. Abril 2008

. Março 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

.links

.contador

blogs SAPO

.subscrever feeds